Já ouviu falar de Campovolo?

Pense em um artista que sozinho consegue agregar mais de cento oitenta mil fãs pagantes para um show? Coisa para poucos como Ligabue.

"Su e giù da un palco"
“Su e giù da un palco”
Dizem por aí que até aquele momento, 2005, só John Lennon havia realizado proeza similar, em Nova York, na década de 1970.
Campovolo é isso: Uma celebração Rock’n’roll num grande espaço aberto localizado exatamente no aeroporto de Reggio Emilia, berço e refúgio do artista. Como o próprio diz em suas entrevistas, um convite aos amigos para diversão em casa.
Com ápice marcado para 19 de setembro, quando em 3 horas de show, Luciano irá tocar e cantar 2 de seus principais álbuns completos e ainda uma seleção dos outros com as bandas que o acompanharam em cada fase da carreira, a festa é a celebração máxima para o artista e os fãs.
São 18 torres, 2 milhões de watts em caixas e o maior telão já usado na Europa (780 metros quadrados). A promessa é que nenhum espectador fique sem uma boa experiência no show.
Gente vinda de todos os cantos já seguem em direção à cidade para comemoração tripla: 25 anos de estréia com o álbum Ligabue, 20 anos do festejado “Buon Compleanno Elvis” e o sucesso da turnê Mondovisione que esteve também aqui no Brasil em janeiro.
Para se ter uma ideia, até o fim de agosto já haviam sido vendidos mais de 145.000 dos 150.000 ingressos e o restante tende acabar antes mesmo da data do show, coisa comum de acontecer nas apresentações de Liga.
As acomodações em barracas alugadas se esgotaram bem antes do esperado e os noticiosos italianos dão conta de lotação também em pousadas e hotéis da redondeza. Para apoiar o acesso, linhas de trem e ônibus vindas das principais cidades foram disponibilizadas exclusivamente aos fãs.
Dentro da Liga Village, área de quase 240 mil metros quadrados, a estadia dos que já começarem a acampar de véspera será animada por malabaristas, músicos e a exibição dos filmes “Radiofreccia” e “Di zero a dieci”, dirigidos por Luciano. A área também vai abrigar o LigaStory, que vai expor a carreira de Luciano, através de imagens e objetos marcantes desses 25 anos.
Gosto muito do nome Campovolo. Sou dos que vem do interior, percebo a terra como parte da minha natureza. E me agrada muito essa noção de levantar voo.
“Gosto muito do nome Campovolo. Sou dos que vem do interior, percebo a terra como parte da minha natureza. E me agrada muito essa noção de levantar voo.”

Todo o suporte pra atender tanta gente foi pensado pela organização e conta com restaurantes, áreas de camping, banheiros, estacionamento e segurança, apoio paramédico entre outros serviços. Fruto certo da aprendizagem com erros e acertos das edições anteriores (em 2005 e 2011) e de shows como o Itália Loves Emília em solidariedade as pessoas afetadas pelo terremoto em 2012.
O primeiro, setembro de 2005
– comemorava os 15 anos de carreira. Reuniu mais de 180 mil pessoas espalhadas pelo gramado do aeroporto de Réggio Emilia. Um comparecimento recorde em território europeu e muito acima da expectativa para um concerto realizado por um único artista. A título de ilustração, no mesmo local em 20 de setembro de 1997, o U2 reuniu 146 mil espectadores pagantes.
Entretanto, não havia uma estrutura condizente com o público que compareceu ao local. Isso fez o próprio Ligabue pedir desculpas pelos problemas que foram apontados.
O segundo, 2011- Prezando a segurança tanto da população local, quanto dos fãs, foi limitado a 110 mil ingressos (alguns estimam 120 mil pessoas presentes). Essa versão chamada de “2.0 11” deu origem a um documentário, Ligabue Campovolo – Il film 3D.  Sucesso que lotou também salas de exibição por toda a Itália e que vale apena ser assistido mesmo que você não conheça nada de rock italiano, pois exibe todo um cuidado com a produção e qualidade do concerto e principalmente o delírio dos ligazzati que cantam em coro todas as músicas.
Aos fãs espalhados no mundo resta torcer por pela retransmissão ao vivo pela web. Sonhos dão FORMA ao MUNDO! #CAMPOVOLO_IN_DIRETTA_su_Internet!

Anúncios

Autor: >Lila

jornalista, vicionauta, blogueira, muito interessada em educação e comunicação [social, visual, digital] (professora, aluna, pesquisadora, mãe, filha e avó em ordem randômica de tempo, espaço e sensações )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s