gesso

De  molho por oito dias. Ao menos não tenho nenhuma desculpa para  me impedir de ler a pequena pilha de livros queSnapshot_20090720_1_0 tenho que devolver a biblioteca  no dia 2 de agosto. Tudo com bom humor, caindo de madura…

O motivo do gesso foi uma torção no pé por conta de um pequeno desnível (uns 3 cm) de uma calçada num comércio aqui do bairro. A dor foi tão forte quanto os berros que dei na hora. O inchaço imediato. Agora estou aqui de perna para o alto, já bastante incomodada com a imobilização e o peso da bota.

Falando sério, essa não uniformização dos padrões dos espaços públicos é um perigo. Aqui no Sudoca tem locais que até tem rampa para cadeirante por exemplo, mas não tem calçada. Há locais onde tem calçada, tem mesa e cadeira, ou as vezes até carros. Cada loja em sua reforma cria seu padrão estético. Ou seja é para cada pedestre cuidar de seu Le Parkour individual.

Anúncios

Autor: >Lila

jornalista, vicionauta, blogueira, muito interessada em educação e comunicação [social, visual, digital] (professora, aluna, pesquisadora, mãe, filha e avó em ordem randômica de tempo, espaço e sensações )

2 comentários em “gesso”

  1. Melhoras para ti, Liliana! Nos últimos dias também estive envolvido com (e não EM) gesso, pois fiz a divisão das paredes do apartamento em gesso acartonado! (rs) aproveite para blogar mais e mais! Abraços, Elias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s