inspira, expira,respira espirra…

danh

Não somos mais que uma gota de luz, uma estrela que cai, uma fagulha tão só na idade do céu…
Não somos o que queríamos ser. Somos um breve pulsar em um silêncio antigo
Com a idade do céu…

Calma!
Tudo está em calma. Deixe que o beijo dure. Deixe que o tempo cure.
Deixe que a alma Tenha a mesma idade Que a idade do céu…

Não somos mais que um punhado de mar, uma piada de Deus, um capricho do sol no jardim do céu…
Não damos pé, entre tanto tic tac, entre tanto Big Bang
Somos um grão de sal no mar do céu…

Calma! Tudo está em calma.
Deixe que o beijo dure, deixe que o tempo cure.
Deixe que a alma tenha a mesma idade que a idade do céu
A mesma idade que a idade do céu…

Calma! Tudo está em calma.
Deixe que o beijo dure, deixe que o tempo cure.
Deixe que a alma tenha a mesma idade que a idade do céu.
A Idade do Céu
de: Paulinho Moska Composição: Jorge Drexler; versao: Moska

Anúncios

Autor: >Lila

jornalista, vicionauta, blogueira, muito interessada em educação e comunicação [social, visual, digital] (professora, aluna, pesquisadora, mãe, filha e avó em ordem randômica de tempo, espaço e sensações )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s