reload

Vendo jornais e bobeiras na tv entrei na minha onda elocubrações de Emília produzi duas grandes ideias, sabe-se lá por que. A primeira pode parecer uma afronta aos funcionários publico, mas é exatamente o contrário, até por que convivo com um dos melhores que já tive notícia. Imaginei uma bolsa serviço, algo como cada cidadão cumpridor de suas obrigações remunerando por meio de uma bolsa-cidadania, o servidor publico,que teria que fazer merecer o seu benefício. Então cada um ia receber um salário básico fixo e o cidadão, aumentaria de acordo com sua satisfação o provento do funcionário. O valor que não fosse empregado seria revertido em cursos de formação e melhoria do serviço.
A outra ideia mirabolante é sobre o pagamento em cartão de crádit. Por que eu e que tenho dar meus dados a estranhos? Acho que a operadora de credito invés de mandar cartões aos clientes deveria mandar uma maquininha pra cada um e a cada a compra quem deveria entrar com os dados de recebimentos seria o lojista que receberia apenas o crédito e não ficaria com as informações do cliente armazenadas.
Bom, pensei demais agora vou dormir. kkkk

Anúncios

Autor: >Lila

jornalista, vicionauta, blogueira, muito interessada em educação e comunicação [social, visual, digital] (professora, aluna, pesquisadora, mãe, filha e avó em ordem randômica de tempo, espaço e sensações )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s