na pressão

Esse outubro foi hard. Retorno atarefado, fórum regional, preparação de trabalho, sala de aula, leituras e provas do mestrado. Mas nada me assustou tanto quanto a alteração súbita da pressão num das terças-feiras aí pra trás. Já no trabalho, oito da manhã, uma dor de cabeça terrível e o corpo adormecido, e eu jurando que era sinusite.
Nessas horas é bom ter o apoio de um bom profissional, que reconhece os sintomas e dá o encaminhamento adequado. Mesmo sob meus protestos, a enfermeira da universidade chamou ambulância e me levou para ser medicada.  Talvez me livrando de uma seqüela grave. Minha sorte!

Estou de agenda cheia: cardiologista, endocrinologista, nutrólogo…
Claro que é chato aquele aparelhinho do mapa. Passei 24 horas, desta sexta pra sábado com aquela sensação ciborg de estar ligada a um aparelho me´apertando e medindo a cada 15 minutos. E o outro braço ficou machucado após colher sangue para exames clínicos. Chato também é ainda seguir as prescrições e recomendações médicas.
Sustos têm essa função, nos colocar para agir e cuidar do que realmente interessa: Saúde.

O mais importante é a prevenção.  E olha que eu achava que me cuidava com caminhadas, capoeira, com alimentação menos gordurosa, sem fumo, carne, frituras e álcool.
A cardiologista me falou que é real o aumento de casos de problemas cardíacos sérios como AVC e infartos em mulheres na minha faixa etária.  Muitos casos que poderiam ser evitados com prevenção e ajustes na rotina, já que a nossa vida moderna nos exige muito. Um dos grandes problemas é que mesmo o sexo feminino, que sempre foi considerado mais atento com a saúde, tem tomado atitudes típicas dos homens, desconsiderando os exames rotineiros, campanhas e orientação.

Sobre o assunto pressão arterial, achei esse gráfico aí embaixo no site do ministério da Saúde. Mas recomendo mesmo, com ênfase, a qualquer um que esteja chegando aos “entas” independente de sentir algo, fazer uma visita ao seu médico de confiança para uma avaliação detalhada.

https://i2.wp.com/www.materiasespeciais.com.br/saude/hipertensao.jpg

Anúncios

Autor: >Lila

jornalista, vicionauta, blogueira, muito interessada em educação e comunicação [social, visual, digital] (professora, aluna, pesquisadora, mãe, filha e avó em ordem randômica de tempo, espaço e sensações )

Uma consideração sobre “na pressão”

  1. você tá melhor??? pressão alta, é? tem que se cuidar mesmo… a minha é baixíssima…
    Ainda tenho que entregar os presentes da Mariana e do Luca. Vcs vão estar aí hoje? (tô de licencça, com sinusite e faringite)
    bjs
    Dri*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s