enredes de enredos

O orkut sempre foi um instrumento de boas surpresas. Esta semana houve um reencontro familiar. Coisa de um século praticamente. O avó do meu esposo foi daqueles imigrantes italianos do século passado. Aportou aqui aos 15 anos e nunca mais voltou. Carmine Cassino. Pois numa comunidade do orkut foi um outro Carmine Cassino que resgatou os laços familiares. Filho do filho do filho do irmão do avó de meu esposo.
E são tantos desencontros inusitados: O primo distante já veio ao Brasil, tentou contato sem sucesso. Nós estivemos na Itália e só agora soubemos que o Carmine mora num lugar proximo ao meu irmão, onde nos hospedamos. Descompassos do mundo cheio de caminhos paralelos, ajustados pelos nós das redes socias da teia.

Anúncios

Autor: >Lila

jornalista, vicionauta, blogueira, muito interessada em educação e comunicação [social, visual, digital] (professora, aluna, pesquisadora, mãe, filha e avó em ordem randômica de tempo, espaço e sensações )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s