mantras e extâse

Por conta do trabalho e estudos passei 3 semanas sem ir a capoeira.

Nem no bendito Cosme e Damião quando planejava apresentar um pouco das tradições brasileiras para meus jovens coleguinhas consegui chegar a tempo.

Mas na última semana consegui voltar e com a companhia de toda a família. Não sei se por isso, se pela saudade da aula, ou porque acabou aquela secura insana, ou porque a meninada estava afiada…. Acredito que por todas as possibilidades anteriores e mais outras que não sei identificar eu vibrei muito. Criança feliz. As palmas, a roda, o axé, o atabaque, o berimbau. E a ladainha que fica ecoando na cabeça, marcando o tempo para o próximo encontro.

O mundo fica pequeno
Quando a roda começa
Expresso o meu sentimento
Deixo o meu corpo falar
Eu sou movido pela capoeira
Eu sou movido pelo berimbau
Eu sou movido pela capoeira
Eu sou movido pelo berimbau

Lelelê Lelê Lelê

Anúncios

Autor: >Lila

jornalista, vicionauta, blogueira, muito interessada em educação e comunicação [social, visual, digital] (professora, aluna, pesquisadora, mãe, filha e avó em ordem randômica de tempo, espaço e sensações )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s