forcas, orfãs e viúvas

órfãEnquanto explicava alguns aspectos da diagramação na aula de editoração, me confundi ao falar de alguns erros gráficos mais básicos. Coisas que aprendi com os velhos gráficos, nas madrugas do CB (saudades: seu Elias, Braga, seu Antonio, seu Sirlei…) .
Sempre considerei viúva, a linha inicial de um parágrafo que ficava sozinha no fim de uma coluna de texto, enquanto o restante seguia o fluxo numa outra coluna ou página.
Restos de palavrinhas hifenizadas e abandonadas no fim ou no início de colunas eram forquinhas,
e as orfãs eram as palavras que sobravam no fim parágrafo, pulando pra outra coluna ou página, e criavam um branco que interferia na organização da composição da página.
O ideal é manter um fluxo uniforme de brancos, palavras e entrelinhas para criar um movimento harmônico e ritmado na leitura de textos maiores. (Principalmente no papel, mas esses cuidados podem ser adaptados pra telas(ecrãs) digitais e videos.
linha órfã Bom, fui olhar nos livros, manuais e na web para repassar uma informação, digamos, mais acadêmica aos meus alunos e descobri que não há concordância sobre isso na literatura. Cada um dá sua interpretação. Mesmo as técnicas na ajuda do indesign não esclarecem nada.


  • Órfã: Normalmente é a última linha de um parágrafo. Uma linha muito curta, geralmente no final do parágrafo e que “sobra”. Viúva: Normalmente é a primeira linha de um parágrafo que fica sozinha no fim de uma coluna ou página.
  • Forca – São sílabas de palavras hifenizadas que ficam soltas no final ou no início de uma coluna uma coluna.

Pra evitar discussões (uma pena!), visto que no momento o foco é  a familiaridade com o indesign, vou ficar com este trecho da informação mais simplificada tirada do manual do próprio aplicativo de editoração, sem entrar em maiores detalhe:…. órfãs e viúvas, que são palavras ou linhas de texto que ficam separadas de outras linhas em um parágrafo.
Espero muito que ao menos dessas dúvidas surjam a curiosidade desses futuros jornalistas de conhecer mais sobre o mundo gráfico.Textos que falam sobre o assunto:

Anúncios

Autor: >Lila

jornalista, vicionauta, blogueira, muito interessada em educação e comunicação [social, visual, digital] (professora, aluna, pesquisadora, mãe, filha e avó em ordem randômica de tempo, espaço e sensações )

10 comentários em “forcas, orfãs e viúvas”

  1. pra mim órfã era a que começava no final de uma coluna ou página (pq fica sozinha no início da vida) e viúva a que sobrava em uma nova coluna (pq fica sozinha no fim da vida)

  2. pra mim órfã era a que começava no final de uma coluna ou página (pq fica sozinha no início da vida) e viúva a que sobrava em uma nova coluna (pq fica sozinha no fim da vida)

  3. Estou há um tempo procurando uma boa definição na net para linhas viúvas e órfãs mas sempre que vejo uma explicação sobre o assunto acabo ficando mais confuso.

    Você teria imagens ou conhece algum site que tenham imagens para melhor ilustrar linhas órfãs e viúvas?

    1. Orfã = quando a primeira linha do paragrafo começa em uma pagina e as outras ficam em outra página. Por isso orfã (foi abandonada)
      Viúvas: quando a última palavra depois de um paragrafo inteiro acabar sozinha em uma linha.

  4. olá, passei pelo seu blog e gostaria de lhe perguntar uma coisa que percebo nao há mto consenso tb como linhas órfãs e viúvas.
    o que vc considera “linhas abertas” num corpo de texto justificado?

    1. Não tô lembrada desse conceito. Mas vou pesquisar com os bureaus e gráficas. :0)
      Olha, lendo aqui da forma como você escreveu, poderia ser alinhamento em bloco forçado. ( justificado tanto a direita quanto a esquerda e os espaços entre palavas ficando mais abertos) mas não sei também.
      Usando o mesmo esforço elucubração anterior, penso que a ação de “abrir uma linha” num texto justificado, poderia ser entendida também por descer uma linha pra melhorar a organização e legibilidade do bloco. Se descobrir me fala. tá?

  5. Tambem sempre confundia linhas orfas e viuvas. Mas, em tempos de Internet, esses conceitos do impresso ja’ tem pouco significado para mim.

    P.S.: Estou levando alguns postcards de Londres, depois me liga para escolher um.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s