há morais e morais

Muito bom o post do blog baseado em fatos reais listando algumas artimanhas da  usadas para alimentar a web de “notícias fresquinhas” a cada minuto. Alguns inclusive por conteúdo requentado. Quem se importa?

Concordo com o professor Marcos palácios, jornalista  pode ser “sentado”, pode ser “de rua”. Usar a propria web como fonte não não precisa  necessariamente ser sinômino de trabalho jornalístico mal feito.

A moral da chupação no webjornalismo

Anúncios

Autor: >Lila

jornalista, vicionauta, blogueira, muito interessada em educação e comunicação [social, visual, digital] (professora, aluna, pesquisadora, mãe, filha e avó em ordem randômica de tempo, espaço e sensações )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s