abril 2006

30/04/2006 14:20
pesadelo???
Pesadelo. Foi muito engraçado. Susto aqui em casa. Susto na casa dos queridos hermanos.
No fim muitas gargalhadas. Tem que ser assim. Imagina o que não vão ter que aguentar até a copa?
Depois do susto a reflexão. Pelo menos todo mundo sabe de onde se tira o extrato do Guaraná. E depois do Tevez como melhor jogador do Brasil…
Video capturado graças ao link do blog: capsuladaculturaAgora, pesadelo mesmo foi ficar com o PC em manutenção por quase três longas semanas. Sabe lá o que isso em tempo virtual? Uma eternidade.
Não, não sou viciada em computador e tecnologia… Só uso quando quero…e se quiser parar eu consigo. Sou dona da minha vontade. Computador e internet não viciam. ahahahammmm
Lila Ribeiro | comentários

Enviado por: Thaty
Data de Envio: 5/5/2006 09:10:00
Blog: http://desenhodegiz.blogspot.com
Três semanas?? Isso é mais do que só um pesadelo… diria que são 21 pesadelos!! rsrsrs E eu também não sou viciada. Depois de muita força de vontade, agora consigo ficar online “só” umas 8 ou 9 horas por dia…kkkkkkk Beijos!!

….::::…::::….

14/04/2006 11:48
“A verdadeira imagem do passado peparssa, veloz. O passado só se deixa fixar, como imagem …
“… que relampeja irreversivelmente, no momento em que é reconhecido.”

Quem constrói a história é quem a vê. A imagem ou uma seqüência de imagens, quadro a quadro, é apenas um guia por onde cada observador associa suas emoções à narrativa exposta.
São as linhas escritas sem texto, recortadas uma vez por ano no mesmo dia, no mesmo close, que dão a significação. Selam as palavras, mas não o sentido da existência, resgatado no recorte de um flash do tempo que por ali passou.Do ponto de vista do observador, porém, a história se conclui nas emoções que evocam e provocam.
Tudo relativo aos pontos de vista e às referências que cada um acumulou.

“O observador sente a necessidade irresistível de procurar nessa imagem a pequena centelha do acaso, do aqui e agora, com a qual a realidade chamuscou a imagem, de procurar o lugar imperceptível em que o futuro se aninha ainda hoje em minutos únicos, há muito extintos, e com tanta eloqüência que podemos descobri-lo, olhando para trás.” (WB)

Lila Ribeiro | comentários z

….::::…::::….

13/04/2006 01:05
para curar a ressaca…

Digerir decepções não é um processo fácil. Parecem aqueles hematomas que começam avermelhados, depois ficam roxos, negros, azulados e com o tempo se espalham num tom amarelado até serem totalmente absorvidos pelo organismo.
Só sobrevivemos por conta de mecanismo que estão além da consciência. A vida da gente é compartimentada em áreas que têm que se manter de forma independente. Tem que se manter a pose e seguir em frente.
E por incrível que pareça as coisas continuam da forma que devem ser.
Se por um momento infiltra algum resquício das tensões do compartimento mãe no compartimento professora ou no compartimento motorista o alarme apita. Disparam os alarmes quando as frustrações do compartimento pesquisadora ressonam no compartimento esposa ou no da estudante, da amiga, da criança, enfim em todas as milhões de combinações que a gente consegue fazer. Qualquer probleminha que surge, o eficiente serviço de manutenção da sanidade mental entra em ação e faz o remendo, o reparo, o ajuste. Estamos constantemente em obras.

Lila Ribeiro | comentários

Enviado por: Thaty
Data de Envio: 13/4/2006 09:41:00
Blog: http://desenhodegiz.blogspot.com
Apoiado!! O problema é quando a manutenção demora a descobrir que existe um vazamento e os vizinhos começam a reclamar…rsrsrs Beijão!!
Enviado por: seres
Data de Envio: 13/4/2006 09:32:00
Blog: http://www.flower.blog-se.com.br
Gostei!Estamos constantemente em obras! bjus,Feliz Pascoa!

….::::…::::….

10/04/2006 00:09
É ler e se arrepiar
O primeiro interessado em sua formação devia ser o aluno. Os valores que contam, infelizmente, são o da caríssima mensalidade e a nota lançada no boletim, que independente do desempenho tem que ser acima da média, de preferência a máxima. Não sei aonde ou como essa mentalidade se generalizou, mas acho que maioria dos professres ainda batalha contra esta cultura. Posso falar por mim e pelas conversas-quase-terapia-de-grupo nas salas de professores que a cada semestre os docentes dialogam, exemplificam sobre importância de se aproveitar ao máximo o período acadêmico para se aperfeiçoar. O convecimento é dificultado por conta das necessidades e dificuldades que os alunos enfrentam. Imaturidade de alguns, jornadas duplas nos cursos noturnos, falta de interesse e tempo se somam a descrença sobre a aplicabilidade daquilo que a academia oferece. A matéria do Universia que linko abaixo me arrepia e me faz pensar que ainda tenho sorte por conseguir manter um certo nível de integridade no meu ambiente de trabalho. O aluno cliente existe, mas a relação de clientela não é como professor e sim com a instiuição. A relação do professor com o primeiro deveria ser orientador/aprendiz. Com a segunda é de fato de empregado/patrão e fica delicada quando se baseiam no repeito. O ensino, a pesquisa, a iniciativa, o aprendizado e o conhecimento se tornam cada vez mais detalhes, com resultados e propostas que se flexibilizam por conta de intere$$es mai$ urgentes.

Como lidar com o aluno-cliente
As exigências, a arrogância e os abusos do aluno que paga

Lila Ribeiro | comentários

….::::…::::….

07/04/2006 19:12
travessia…
Uma pedra sobre a dor.
De dor só sabe quem sente a sua própria.
Forte eu sou mas não tem jeito, hoje eu tenho que chorar

Minha casa não e minha, é nem meu este lugar
estou só e não resisto, muito tenho pra falar
Solto a voz nas estradas, já não quero parar
meu caminho é de pedras, como posso sonhar
Sonho feito de brisa, vento vem terminar
vou fechar o meu pranto, vou querer me matar

Lila Ribeiro | comentários

….::::…::::….

07/04/2006 21:01
Candangos multimídia
Desde o seminário multimidia, queria comentar sobre alguns coleguinhas candangos que estão sempre experimentando e buscando seus espaços, sem medo de usar o que a tecnolgia dispõe.
O Jornalista Alexandre Sena está sempre na ponta. No website dele tem blog, classificados de empregos, vidoelog e podcast. Sempre com assuntos atuais e bem cuidados. E é um trabalho independente, até onde sei, ainda sem patrocinador.
Vale a pena conhecer e adicionar aos favoritos!
Também tenho acompanhado desde 2001, o trabalho da Rosa e do Sérgio Diniz do Painel Brasil, um portal informativo com um arquivo de entrevistas em webvídeo muito variado. E que também abre espaço para iniciativas independentes. Uma delas, direcionada aos comunicadores do DF, é o videblog do jornalista Marcos Linhares.
Clique e assista as últimas do videoblog do Linhares
Veja a apresentação do videoblog abaixo

Lila Ribeiro | comentário

….::::…::::….

01/04/2006 19:49
atchinnn!

Lila Ribeiro | comentários

….::::…::::….

Página 1 de 1
Anúncios

Autor: >Lila

jornalista, vicionauta, blogueira, muito interessada em educação e comunicação [social, visual, digital] (professora, aluna, pesquisadora, mãe, filha e avó em ordem randômica de tempo, espaço e sensações )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s