novembro de 2005-2

27/11/200520:48
Fotojornalismo na cobertura política em Brasília
Recebi um link que vale a pena ser visitado. “O dia-a-dia dos repórteres fotográficos que atuam dentro do Congresso Nacional, em Brasília, em fotorreportagens que mostram peculiaridades de cada profissional”.
Este é o foco do trabalho de conclusão de Eliane Discacciati, apresentado no formato do website http://www.elianediscacciati.com.br
Fotojornalismo na cobertura política em Brasília .
Uma justa homenagem aos colegas fotografos.


Boa sorte Eliane!
Lila Ribeiro | comentários

Enviado por: Eliane Discacciati
Data de Envio: 2/12/2005 10:18:00
Blog: http://www.discacciati.theblog.com.br
Lila, obrigada pela força! Agora é encarar o mercado profissional…e como disse Eduardo Sander, entrar para a “selva” da profissão. Foi ótimo ter estudado com você….obrigada pelas contribuições! Um abraço.
Enviado por: Eduardo Sander
Data de Envio: 28/11/2005 19:12:00
Blog: http://www.patolino.blog-se.com.br
Oi Lili! Essa matéria da Caros Amigos mostra, como nunca foi mostrado, o lado obscuro da nossa profissão. Na minha visão, gostaria que seus alunos lessem, para conhecerem a “selva” em que estão prestes a entrar. Abração
Enviado por: Eduardo Sander
Data de Envio: 28/11/2005 18:22:00
Blog: http://www.patolino.blog-se.com.br
Que tal seus alunos conhecerem nosso ‘stabilishment’? http://www.fazendomedia.com/diaadia/nota241105.htm

….::::…::::….

26/11/2005 22:47
Mundo virtual…au..au..au..au….
Mundo virtual…au..au..au..au….
Tenho uma lista enorme de blogs e sites que coleciono em meu bookmark antes mesmo das primeiras edições da revista internet.br, quando a infoexame era um encarte. (Quem é internauta do século passado deve lembrar).
Sempre que dá, faço uma navegação de reconhecimento pela coleção e tenho observado que a lista dos “not founds” vêm crescendo muito, principalmente nos blogs. Qual seria o motivo? Qual seria o tempo médio de vida dos blogs?

Os sites, mudaram mais em relação ao sistema de publicação. É difícil ver um index.htm, a maior parte está em php ou asp. O design e o conteúdo, entretanto, não evoluem conforme a presumível facilidade de publicação.

Agora, o melhor de ontem foi, graças ao coca da boa, ser apresentada a uma pérola do cancioneiro da era da comunicação digital.
Bom, você pode ser careta e fazer uma reflexão sobre a diferença entre inclusão e integração digital, sobre a subcultura da globalização, sobre a poética cibernética… Enfim, dá pano pra manga.
Também pode simplesmente ouvir e deixar fluir.
Eu ri muiiito! Ri que cheguei a chorar e ficar com o rosto dolorido. Desopilei a alma.
Vale a pena ouvir…
O post nem é tão recente, mas como eu tive o prazer de achá-lo ontem, para mim é ” da hora”. O Coca disse que é candidata a sucesso.
Eu acho que já devia ter ido ao Jô!

Para ouvir a música clique aqui e aumente o som do player!!!

Para conhecer mais sobre a cantora, acesse o site da Trama virtual aonde é possível também ouvir outras composições.

“Além de cantora e compositora, Noêmia Duque é bailarina, professora de português e inglês e escritora. Formada em Letras com Inglês pela UFRJ, teve a peça teatral de sua autoria, o musical “Sem Violência, 100% Paz”, encenada em 2003, pelos alunos do curso de teatro do CIDAN, ong fundada e dirigida pela atriz e cantora Zezé Motta.”

Ipod um negócio desses?? Au, au, au , au…
Au, au, au , au…
Lila Ribeiro | comentários

….::::…::::….

24/11/2005 12:42
Artefateiros, artefaturas e artefatices…

Estou lendo satisfeita, os textos de autocrítica da turma de Produção e Edição em Jornalismo Digital. Também considero de boa qualidade a média de matérias publicadas.
Foram 16 encontros semanais de 1 hora e meia, bem no horário de almoço e no semestre final do curso, onde os formando estão focados nos seus projetos finais, monografias, estágios e futuros empregos. Fatores que certamente influenciam no conjunto da obra.
Espero que realmente a disciplina tenha contribuído um pouco na formação profissional deles e que não tenha sido apenas “mais dois créditos pagos para fechar a cartela” e ter direito ao diploma.

Das coisas que mais me chamaram atenção: A dificuldade de trabalhar sem a pressão do espaço físico e da cobrança direta e continua. Quando você oferece mais liberdade as pessoas tendem se retraírem esperando comandos. Medo do novo, talvez.
Também a desatenção com relação a possibilidade de sempre estar melhorando, corrigindo ou atualizando o texto. A maioria considera que depois de enviar o texto pra web, não tem mais nenhuma responsabilidade ou que não há como, nem porque retificar. Resquícios do trabalho no papel, entregue e finalizado, com direito apenas a erratas posteriores marcadas com tinta vermelha da caneta do professor.


Autocritica Artefato
RSS do Artefato Digital
Lila Ribeiro | comentários

Enviado por: eduardo
Data de Envio: 26/11/2005 21:30:00
Blog: http://dudu.oliva.blog.uol.com.br
Acho que durante muito tempo desde a epoca escolar, somos tolidos. Quando a gente se sente livre, não sabe o que fazer com a tal liberdade, que todos nós desejamos

….::::…::::….

3/11/200519:04
Bel e Dri, Bel e Dri


Além da idade nova nesta data querida e das bochechas sem igual, essas mulheres muito queridas têm em comum uma grande alegria de viver, um caráter marcante e um imã cativante de amizades.
Amo vocês!
A Bel, uma tia-amiga-mãe, desde meus tenros 4 aninhos… fases e fases e ela continua a mesma criatura nota 10!
A Dri*, entrou na minha vida de forma muito especial e se tornou amiga-irmã, madrinha minha, do Cris e da Mari, tia de coração do Luca. Mulher fantástica, sem medo de ser feliz e que esbanja energia positiva. Que vive a maior paixão de sua vida dividindo com o Bruno a benção que é o Zico.
Muitos e muitos momentos felizes!!

Lila Ribeiro | comentário

Enviado por: dri
Data de Envio: 24/11/2005 20:53:00
Blog: esquisitice.zip.net
Fiquei feliz com suas palavras carinhosas… bjs para toda a familia e um especial proce dri

….::::…::::….

23/11/2005 18:04
tira-teima do uol
odeio esse anti-spam tira-teima!
Lila Ribeiro | comentários

Enviado por: Thaty
Data de Envio: 23/11/2005 20:50:00
Blog: http://desenhodegiz.blogspot.com
Talvez não seja um tira-teima e sim um “bota-teima”. Em quem usa, é claro!:)

….::::…::::….

19/11/2005 17:43
Nos finalmentes…
Sensação de ter feito o melhor possível.
Assim começo meu balanço de final de semestre como professora. Não foram os computadores sem mouses, aqueles que não oferecem login, nem os que bloqueiam tudo que as tecnologias atuais franqueiam que ganharam as batalhas.
Nem os softwares que se desligam sozinhos, o datashow disputadíssimo por todos professores do campus, nem os problemas de BIOS que superaram a discussão sadia, questionadora e reflexiva de boa parte dos alunos sobre o uso dessas mesmas tecnologias como ferramentas de comunicação social.
Feito o melhor possível, não significa necessariamente ser aclamada e amada. São muitas luas e sóis que brilham nas cabeças em formação dos meus colegas de sala, por isso, tento respeitar suas diferenças de tempo e maturidade ao mesmo tempo que forço o engajamento no plano de aula.
A adversidade contínua e extenuante de lidar com defasagens e conflitos em hards e softs deu o mote para focar a discussão na ética, na inclusão, na competência e na responsabilidade do bom profissional.
Essa relação com a tecnologia é interessante.
Em média temos 20 encontros por semestre em cada disciplina. Uma ementa e uma turma caloura no ambiente acadêmico.
Alguns que acham que sentam no banco da universidade para aprender alguns truques em um software ou outro e ficam chateados quando alertamos que o enfoque não deve ser esse. E ainda tem o lado da universidade de que depende financeiramente dos alunos.
E dependendo do ponto de vista lá estamos nós professores para o bem e para o mal.
Lila Ribeiro | comentários

Enviado por: Thaty
Data de Envio: 23/11/2005 20:49:00
Blog: http://desenhodegiz.blogspot.com
Lila, ainda admiro a sua coragem. Você é uma professora determinada, que passa por cima de todos os obstáculos para ensinar aos alunos o que eles realmente precisam aprender e não apenas a “linda” teoria (na prática, a teoria é outra…rs). Fico orgulhosa de ser sua amiga…e de ter sido sua aluna. Um beijo!!

….::::…::::….

11/11/2005 10:27
precisa dizer mais?…

Lila Ribeiro | comentários

….::::…::::….

10/11/2005 10:10
De quinta a quinta

Uma vez quis um gravador de pensamento para “segurar” idéias e reflexões por mais tempo. Sou da época do diário no caderno, mas nunca consegui ser metódica. Porém, têm coisas que quando a gente pensa, tem vontade de transcrever no ato para não perder o contexto. E quando deixamos passar, ficam engasgadas, congestionadas no gargalo da lentidão e da limitação das palavras no teclado de seres comununzinhos como eu.
Por exemplo, no dia que aquele 1513 me deu “de cortesia” uma carona de alguns metros, quis sentar na frente do PC e fazer um texto sobre o caos no trânsito, sobre a imprudência e a impaciência, sobre a fragilidade, a falta de educação e cidadania dos senhores motoristas.
Pensei muito sobre para que serve a engenharia de trânsito, e se ela tem sido útil. Puxa vida, o que seria do mundo então!
Ruim com, pior sem???
Mas o mundo real é mais prático e toma tempo da gente. Boletim de ocorrência, concessionária, seguradora, caronas e todas as outras coisas do cotidiano que não mudaram seu ritmo só porque aquele bendito caminhoneiro faltou aula de física na escola e quis entrar dentro do meu corsinha. Foi-se a lateral toda. Carro de novo só daqui a 20 dias.

***

Também no dia que minha menina fez a cirurgia, queria, sentada ali na sala de espera, escrever sobre o bom atendimento que tivemos no hospital, a discrepante diferença que há mesmo nos particulares e a abismal distância com o SUS. Afinal, somos ou não todos seres humanos? Lembrei dessa série do Globo repórter sobre felicidade, sucesso e sonhos, também do sorriso do cara das casas Bahia: Quer pagar quanto?

Ainda estou preocupada com meus sogros, com o pai da Dri (muita energia boa pra eles). São pessoas muito queridas. Daquele tipo que quando se puxa uma imagem na memória, vem aquela do sorriso acolhedor.
Pensando bem, acho que tenho que evoluir.. . Gravador de pensamento é muito limitado. Preciso de um equipamento mais refinado, que grave também sensações, imagens, percepções e que traduza isso para os outros. Um gravador/visualizador/reprodutor de memória. Mais verbas para a ciência e tecnologia senhores!
Então, enquanto não inventam meu gravador multimidia –extraplusde memória, vou lidando com os flashs que emergem sempre quando estou desconectada do pc. Sorte do mundo!

Lila Ribeiro | comentários

Enviado por: Tata Alves
Data de Envio: 13/11/2005 18:26:00
Blog: http://www.reconstruindoideias.blog-se.com.br
É Lila! As discrepancias deste mundo me adoecem tb. Há tantas, hipocresias, tanta dissimulação! Departament disto, daquilo, mas pra que serevem mesmo? Pois é. Agente ja se acostumou com tudo isso….Fila não anda? Paciencia! Não tem medico? Não tem onibus a 30 minutos? Ta todo mundo afim de mensalinho??? Paciência!!!!! Até quando? Beijos

….::::…::::….

07/11/2005 18:31

07/11/200518:31
saídas e saídas
https://i1.wp.com/www.nosorog.rs.sr/brojevi-numbers/31-40/32-kollo-tomek.jpg
Preciso resolver as pendências da pós. Preciso fechar as notas. Preciso terminar de ler 6 livros. Preciso limpar o ármario. Preciso.
Lila Ribeiro | comentários

….::::…::::….

***

….::::…::::….

2 Página 1 de 2
Anúncios

Autor: >Lila

jornalista, vicionauta, blogueira, muito interessada em educação e comunicação [social, visual, digital] (professora, aluna, pesquisadora, mãe, filha e avó em ordem randômica de tempo, espaço e sensações )